fbpx
Madeira SAD defronta CSM Bucareste com Pavilhão renovado
Madeira SAD defronta CSM Bucareste com Pavilhão renovado
13 - 05 - 2019  |   ActualidadesAndebol   |  by Sports Partner

Foi no passado domingo, dia 12 de maio, em pleno Pavilhão do Marítimo, que a Madeira SAD disputou a 1ª mão da final da Taça Challenge de andebol 2018/19 contra os romenos do Bucareste.

Uma disputa histórica que mereceu todo o apoio dos portugueses ao encherem o Pavilhão do Marítimo, na Madeira. No entanto, apesar da claque portuguesa estar em grande neste evento, a mesma não foi suficiente para a vitória, sendo que o jogo terminou com um empate de 22 golos por parte das equipas.

Porém, é de apontar o forte empenho da equipa madeirense que foi para intervalo a vencer por 9-8 e, nos últimos minutos do encontro, chegou a ter vantagem de cinco golos frente ao CSM Bucareste (19-14). Contudo, os romenos não baixaram os braços e conseguiram o empate nos segundos finais do defronto.

No final da partida, Paulo Fidalgo (treinador de andebol da Madeira SAD) afirmou que “Estivemos muito perto do objetivo, que era vencer. Gostava muito que hoje fosse um dia marcado por uma vitória, contra um grande clube. Dado o resultado que estava na segunda parte, pensei que ia ser possível, sinceramente e que íamos ganhar por um, quanto mais não fosse. Mas não perdemos e fiquei com a sensação de que nós podemos fazer um jogo interessante lá”.

A segunda mão desta final está agendada para sábado, 18 de Maio, a partir das 14h30 (menos duas horas em Portugal) na capital romena.

Pavilhão do Marítimo sofre alterações

Pavilhão do Marítimo Renovado

Num jogo histórico como este, é de frisar o empenho da Federação de Andebol que, juntamente com a Sports Partner, disponibilizou o nosso Piso Naxos Air Evolution para o confronto de ontem, 12 de maio, entre a Madeira SAD e o CSM Bucareste.

O pavimento disponibilizado para o confronto foi o mesmo que a seleção nacional de andebol usou na partida frente à França no Pavilhão Multiusos de Guimarães.

No entanto, as mudanças não se ficaram apenas pelo nosso piso, visto que a alteração das lâmpadas para uma melhor luminosidade do espaço foi fundamental para uma maior perceção televisiva, pois o jogo foi transmitido em direto pela EHF (European Handball Federation).

Para além disso, a montagem de um módulo de bancada também disponibilizado pela Federação de Andebol de Portugal foi a solução ideal para dotar o Pavilhão Marítimo de mais lugares sentados, mais precisamente 1000 lugares. Em contrapartida e, apesar de mais lugares disponíveis no pavilhão, o mesmo conseguiu ficar repleto de apoiantes para uma jogada histórica como esta.

Deixe uma resposta

15.626 Comentários

WordPress › Erro

O site está com problemas técnicos.